BLOG
RECEBA CONTEÚDOS GERADOS POR ESPECIALISTAS ASSINE AGORA

    Técnicas ágeis para desenvolvimento de software

    Está sem tempo para ler este artigo? Experimente ouvir a narração, basta apertar o play!

    Atualmente, existem diversas técnicas ágeis que auxiliam no processo de desenvolvimento de software.

    Elas foram pensadas para atender a necessidade das empresas em um mundo onde a produtividade e a geração de valor são fatores cruciais para o sucesso de um negócio.

    Nesse aspecto, o mais importante é que as metodologias ágeis garantem a eficiência e eficácia das etapas de criação de um software, mantendo a qualidade do produto.

    Neste artigo você vai conhecer os principais métodos ágeis do mercado, assim como suas vantagens.

    Acompanhe!

    Desenvolvimento Ágil x Tradicional

    Antes de abordarmos as técnicas ágeis, vale explicarmos o que difere o método ágil da abordagem tradicional de desenvolvimento de software.

    Segundo o modelo tradicional, a entrega do produto ao cliente ocorre somente após a conclusão do projeto.

    Ou seja, a equipe de desenvolvimento segue o escopo que foi pré-definido, sem fazer muitas modificações.

    Em outras palavras, a execução tradicional se dá em modelo cascata.

    Ou seja, a próxima etapa do projeto só é iniciada após a fase anterior ser totalmente concluída.

    Porém, para o Método Ágil, o software deve ser entregue com funcionalidades e recursos mínimos, desde que sejam suficientes, de acordo com a necessidade do cliente.

    Desse modo, as entregas são feitas em partes e, enquanto isso acontece, o produto é aprimorado para agregar ainda mais valor ao usuário.

    Pode-se dizer ainda que não há um modelo de trabalho definido para o desenvolvimento ágil e sim, princípios, que devem ser seguidos pelo time de desenvolvedores.

    Esses princípios foram propostos pelo Manifesto Ágil, do qual falamos no artigo anterior e as técnicas ágeis cumprem o importante papel de ajudar as empresas a colocarem esses conceitos em prática.

    Principais técnicas ágeis chaves: Lean Inception, Scrum, Kanban, OKR

     Agora você vai conhecer as metodologias ágeis mais utilizadas no mercado.

    Confira!

    Lean Inception

    O Lean Inception é um workshop colaborativo com uma sequência de atividades para alinhar e definir objetivos, estratégias e escopo do produto.

    Resumindo, é um workshop que usa técnicas de Design Thinking com uma abordagem de Lean Startup.

    A filosofia deste método é alinhar pessoas para construir o produto certo.

    Para isso, ele aplica o conceito de Produto Mínimo Viável, isto é a versão mais simples de um produto que pode ser disponibilizada para o negócio.

    Como o Lean Inception também trabalha com recursos e tempo mínimos, os custos consequentemente diminuem.

    Resumindo, o foco principal desta técnica é combater excessos na produção, reduzindo as complexidades.

     Assim, é possível melhorar os resultados e evitar que pormenores se transformem em problemas.

    Como resultado, a empresa consegue economizar e gerir os recursos financeiros de forma mais inteligente. Desse modo, ela ganha mais competitividade.

    Scrum – uma das técnicas ágeis mais conhecidas e usadas

    Já o framework Scrum defende que os times precisam trabalhar juntos para atingirem um objetivo comum.

    Para viabilizar isso, o projeto é dividido em sprints, isto é, ciclos que em geral, duram entre uma e quatro semanas.

    O fluxo de trabalho no Scrum funciona assim:

    No início de uma Sprint ocorre uma reunião chamada “Planejamento da Sprint”, cujo objetivo é a definição das tarefas a serem realizadas.

    Além disso, também são comuns reuniões diárias para inspecionar o progresso em direção a Meta da Sprint e adaptar o trabalho conforme necessário.

     Por fim, quando o Sprint termina, são realizadas duas reuniões: a primeira é a Revisão da Sprint, que tem o objetivo de inspecionar o seu resultado, além de determinar as adaptações futuras e apresentar os resultados do trabalho para os principais Stakeholders (partes interessadas).

    A segunda reunião é a Retrospectiva da Sprint, em que o time planeja maneiras de aumentar a sua qualidade e a eficácia através de lições aprendidas.

    Em síntese, o Scrum decompõe os projetos ágeis em atividades menores com prazos de entrega mais curtos.

    Assim, as empresas conseguem gerar valor ao cliente através de soluções adaptativas para problemas complexos.

    Leitura recomenda: Aplicando Scrum em projetos fechados

    Kanban – uma técnica ágil simples, mas eficiente

    O Kanban, método de gestão de trabalho criado pela Toyota nos anos de 1960, usa cartões que ajudam a controlar visualmente o fluxo de tarefas no desenvolvimento.

    Esses cartões são movidos em um quadro e mudam de status conforme o trabalho avança.

    Dessa forma, as etapas do projeto podem ser distribuídas em colunas (a fazer, em andamento e concluído).

    Portanto, a principal vantagem do Kanban é que ele fornece uma visão clara das atividades.

    Assim, permite que os recursos sejam aplicados de forma muito mais inteligente.

    Em outras palavras, ele possibilita uma compreensão mais assertiva sobre as prioridades do projeto, eliminando as tarefas que não agregam ao resultado final.

    Objetivos e Resultados-Chave (OKR)

    Já o OKR é uma estratégia de gestão muito usada na definição de metas.

    Desenvolvida pela Intel na década de 70, essa técnica ágil foi amplamente adotada por grandes empresas de tecnologia do Vale do Silício como, Google, Oracle, entre outras.

    O objetivo do OKR é ajudar a organização e as equipes a se engajarem com um conjunto de objetivos mensuráveis em cascata.

    Primeiro, os OKRs podem ser estabelecidos para as empresas, depois, para os departamentos e por fim, para os times.

    Esta metodologia possui dois componentes: o objetivo (o que pretendemos alcançar) e um conjunto de resultados-chave (que indica se estamos chegando lá).

    Agora que você já sabe quais são as principais técnicas ágeis de desenvolvimento de software, deve estar se perguntado:

    Qual delas eu devo adotar no meu time?

    Bem, é evidente que usar métodos ágeis será um grande diferencial para a produtividade de sua empresa.

    No entanto, é importante ressaltar que não há uma metodologia melhor que a outra e sim a solução mais adequada de acordo com o contexto e com a necessidade da empresa.

    Leitura recomendada: Quais os passos para implementar o Ágil?

    Multron
    RECEBA CONTEÚDOS GERADOS POR ESPECIALISTAS