+55 31 3194 0400

Arquitetura de soluções e arquitetura de software. Você sabe o que esses dois termos significam? Para muitas pessoas, os termos são semelhantes, mas a realidade é que são conceitos diferentes e usados para necessidades distintas.

A arquitetura de soluções, como o próprio nome já diz, constrói soluções com base nas necessidades da empresa, com seus próprios recursos. Também pode ser usada para alinhar novas soluções com a arquitetura já existente, seguindo os padrões e as integrações corporativas.

Enquanto que a arquitetura de software define o comportamento, a entrega e a documentação necessária para a operação dos sistemas. Neste artigo, mostraremos de maneira mais detalhada sobre a necessidade de cada tipo de arquitetura. Acompanhe!

O que é Arquitetura de Soluções e qual é a sua importância?

A Arquitetura de Soluções desenha e implementa recursos e ferramentas de TI para atender as necessidades do negócio. Na prática, isso quer dizer que os objetivos da empresa devem estar alinhados com os softwares, plataformas e infraestruturas que serão criados ou que já estão em uso. Entre as soluções desenvolvidas, podem estar:

  • Manutenção dos serviços;
  • Implantação de novos sistemas;
  • Manuseio de dados estruturados, entre outros.

Podemos comparar a arquitetura de soluções com a arquitetura de uma casa. Na arquitetura residencial, o profissional desenvolve projetos otimizando os recursos, proporcionando harmonia e com ferramentas funcionais.

O arquiteto de soluções em TI trabalha com os mesmos princípios, com a diferença de que o projeto atenderá a empresa e seus colaboradores, no médio e longo prazo. Esse profissional deve entender de soluções como:

A Arquitetura de Soluções proporciona melhor desempenho para a empresa, a TI suporta e automatiza os processos de forma que se tornam mais eficientes, otimizados e padronizados. Por meio de um mapeamento de projetos e ativos de TI, é possível identificar melhores formas de investimento para o capital disponível, o que gera uma melhor distribuição dos recursos.

Além disso, como falamos no início, a principal vantagem da arquitetura de soluções é alinhar a TI com o objetivo da empresa, sendo um ponto estratégico para o desenvolvimento e escalabilidade do negócio. Para evitar o impacto no trabalho, caso uma instabilidade aconteça, a arquitetura de soluções cria um plano de continuidade. Dessa forma, nenhuma atividade é impactada.

O que é arquitetura de software e qual é o seu papel em projetos de TI

A arquitetura de software é responsável por definir de forma estruturada quais são os componentes, propriedades e documentações necessárias para o desenvolvimento de um sistema. Além disso, o projeto deve considerar com quais outros sistemas o software terá que se relacionar e garantir que a troca de informações entre eles seja feita.

A arquitetura de software também pode ser comparada ao projeto de uma casa. O arquiteto residencial precisa desenvolver o projeto de forma que os cômodos fiquem dispostos da melhor forma. Cada ambiente tem uma função, que deve estar adequada e proporcionar conforto ao morador. Com o software não é diferente, a disposição de seus elementos devem ser projetadas para oferecer a melhor experiência ao usuário.

O projeto de arquitetura de software está relacionado com a organização do sistema, que afetam diretamente em sua qualidade operacional, como desempenho, portabilidade, confiabilidade, disponibilidade etc. Ou seja, pontos que são fundamentais não só para a usabilidade do sistema, como para as atividades da empresa de forma geral.

Quais são as principais diferenças entre os dois tipos de arquitetura

Os termos arquitetura de soluções e arquitetura de software costumam ser confundidos por causa da associação entre as atividades de desenvolvedores e analistas de sistemas. Além é claro da nomenclatura de ambos ser bem parecida.

A diferença entre os dois tipos de arquitetura está em sua forma de atuação. A arquitetura de soluções é focada em estratégica, criando e desenvolvendo recursos que garantem o crescimento do negócio. Enquanto que a arquitetura de software é voltada para questões técnicas, tornando o projeto viável no que diz respeito à parte operacional.

Os dois termos se complementam e são necessários para garantir o funcionamento e a escalabilidade do negócio, por isso as empresas devem investir nos dois tipos de arquiteturas. Quer mais dicas sobre esse tema? Leia o artigo sobre a importância do arquiteto de soluções em projetos de TI.

Share This