+55 31 3194 0400

O desenvolvimento de um software está sujeito a falhas, afinal é um ser humano digitando requisitos que devem responder a diferentes comandos. Por esse e outros motivos que o Desenvolvimento Orientado a Testes é tão necessário. 

Algumas empresas não utilizam o método, porque o tempo de entrega do sistema é maior, porém pode apresentar mais bugs e impactar na experiência do usuário. Neste artigo, mostraremos quais são as vantagens de implementar o desenvolvimento orientado a testes em seus projetos. Confira!

Por que implementar o Desenvolvimento Orientado a Testes?

O Desenvolvimento Orientado a Testes proporciona mais qualidade para os projetos de software. É possível chegar a essa conclusão por uma questão bem simples. Ao escrever um código, o desenvolvedor utiliza seus conhecimentos e expertises, porém não sabe se o sistema dará certo ou apresentará erros até que seja colocado em uso. 

Com o Desenvolvimento Orientado a Testes, primeiro realiza-se o teste, identifica os erros e as falhas e depois constrói o código. Ou seja, o desenvolvedor já sabe o que não deve fazer para garantir o sucesso de seu software. 

Dessa forma, começar um projeto pelos testes tornará o desenvolvimento mais intuitivo, seguro e eficiente, minimizando os erros e refatorações futuras. Além desse benefício, outras vantagens são observadas pelas empresas que implementam  Desenvolvimento Orientado a Testes em seus projetos. Saiba quais são!

8 vantagens oferecidas pelo Desenvolvimento Orientado a Testes

1. Qualidade para o código

O Desenvolvimento Orientado a Teste identifica, antecipadamente, quais erros podem ser apresentados em um código. Com isso, o desenvolvedor tem a opção de seguir outro caminho e evitar os erros. A visão que os testes proporcionam aumentará a qualidade do códigos. 

2. Aprimora o raciocínio

O volume de códigos que são desenvolvidos por um único profissional podem limitar seu olhar com o tempo. Quando o Desenvolvimento Orientado a Testes é implementado, o desenvolvedor é obrigado a estimular o seu raciocínio e buscar soluções para os problemas. 

Dessa forma, seu raciocínio é aprimorado, favorecendo o desenvolvimento de outros códigos no futuro.

3. Estimula o trabalho em equipe

A rotina de um desenvolvedor pode ser bastante solitária. Em geral, esses profissionais focam no desenvolvimento do código durante toda a jornada de trabalho e não costumam interagir com seus colegas. 

O Desenvolvimento Orientado a Testes exige que os profissionais interajam uns com os outros durante a aplicação do método e para encontrar as soluções para os erros. 

4. Facilita a criação da documentação

A criação de uma documentação tradicional é feita apenas após a finalização do código do sistema. As empresas que utilizam o Desenvolvimento Orientado a Testes adiantam esse processo, pois a documentação é gerada juntamente com os testes unitários. 

5. Foco no resultado

O desenvolvimento de um código que não é amparado por testes costuma ser focado em prazos. O desenvolvedor precisa entregar o projeto em um determinado período. O Desenvolvimento Orientado a Testes prioriza a qualidade e a excelência do código. Ou seja, o resultado é mais importante do que o prazo. 

6. Efetividade 

O Desenvolvimento Orientado a Testes reduz o número de erros apresentados pelo sistema. A aplicação final é entregue com maior qualidade, sem erros e falhas, garantindo que o sistema implementado funcione.

7. Reduz o tempo de finalização do projeto

Muitas empresas não implementam o Desenvolvimento Orientado a Testes em seus projetos com a justificativa de que o tempo de execução será maior. Porém, esse pensamento é um equívoco. 

Ao desenvolver um código, baseado em testes realizados antecipadamente, é possível evitar que erros sejam adicionados ao código. Com isso, a entrega final será mais efetiva. 

No modelo de desenvolvimento sem testes, a entrega pode ser rápida, mas se o projeto apresentar falhas precisará de correções e refatorações que podem ultrapassar o prazo final. 

8. Segurança para o projeto

O desenvolvimento de um código, amparado por testes prévios, proporciona maior segurança para a empresa. Todo sistema é construído com base em requisitos e ferramentas que foram testadas. Com isso, o sistema pode ser colocado no mercado ou entregue ao cliente com a garantia de sua efetividade. 

De forma geral, a empresa perceberá um impacto considerável na qualidade de seus processos. Profissionais que atuam de forma orientada são menos propensos a cometer erros. Dessa forma, ganha-se a confiança do cliente, aumenta a reputação da empresa e diminui o excesso de trabalho causado pelas falhas de código. 

Clique aqui e saiba como implementar o Desenvolvimento Orientado a Testes em sua empresa.

Share This