BLOG
RECEBA CONTEÚDOS GERADOS POR ESPECIALISTAS ASSINE AGORA

    Arquitetura de TI e Arquitetura Corporativa: entenda as diferenças

    Está sem tempo para ler este artigo? Experimente ouvir a narração, basta apertar o play!

    Arquitetura de TI e Arquitetura Corporativa. Você sabe o que são?

    É comum as pessoas confundirem estes dois conceitos, com nomes tão perecidos. Embora sejam terminologias muito semelhantes, ambos os possuem suas aplicações diferentes. A Arquitetura de TI é uma competência que tem por finalidade planejar, estruturar, desenvolver e monitorar soluções tecnológicas. Tudo isso com base nas necessidades de negócio de uma empresa.

    Enquanto isso, a Arquitetura Corporativa é uma estratégia de negócio que une a missão empresarial, a estratégia e seus processos, alinhados com a estratégia de TI.

    Resumindo, é uma abordagem mais ampla, utilizada para criar a visão da organização.

    Posteriormente, falaremos com mais detalhes sobre Arquitetura de TI e Arquitetura Corporativa. Acompanhe.

    Arquitetura de TI e Arquitetura Corporativa: o que é cada uma? 

    Antes de qualquer coisa, a disponibilidade de soluções tecnológicas no mercado tem mudado de forma muito rápida. Até então, o acompanhamento junto aos principais fornecedores de tecnologia era o suficiente para o entendimento das melhores alternativas para desenvolvimento das equipes. Contudo, com a oferta de tecnologias open source, provedores de cloud, e das soluções da comunidade de desenvolvimento, o ciclo de vida das tecnologias ganhou uma complexidade ainda maior.

    Neste cenário é que a Arquitetura de TI surge para adequar os processos tecnológicos às necessidades da empresa.

    Assim, ela tem o objetivo de garantir que a área de TI ajude a empresa na a alcançar seus resultados.

    É importante destacar que há diferentes tipos de soluções tecnológicas que a Arquitetura de TI pode adotar.

    Veja alguns exemplos:

    A implantação de um novo sistema;

    A manutenção de um serviço;

    O manuseio de dados estruturados;

    Entre outros produtos e tecnologias.

    Nesse caso, o que vai determinar sua aplicação será a sua utilidade para os negócios.

    Por outro lado, a Arquitetura Corporativa é uma abordagem que se refere aos processos de uma empresa, além das obrigações de TI. Dentre eles estão conexões entre equipamentos, padrões de funcionamento, soluções empregadas, políticas de segurança e privacidade.

    Em outras palavras, ela é responsável por manter o equilíbrio entre eficiência e inovação corporativa.

    Dessa forma, permite que as empresas possam inovar com segurança ao mesmo tempo em que buscam vantagem competitiva.

    A Arquitetura Corporativa tem uma divisão de domínios que contempla quatro níveis.

    Estes níveis são: Negócios (Business), Aplicação (Application), Dados (Data) e Tecnologia (Technology).

    Nesse contexto, a Arquitetura de TI e Arquitetura Corporativa andam juntas. Afinal a primeira apresenta uma rotina de TI que está relacionada à Arquitetura Corporativa. Ou seja, possui recursos capazes de garantir um ambiente digital confiável e seguro, a fim de eliminar gargalos e hardware e de software.

    Leia mais: As soluções tecnológicas estão desalinhadas com os objetivos da empresa? Entenda o papel da arquitetura de soluções.

    Quais são os benefícios da Arquitetura de TI e Arquitetura Corporativa 

    Veja agora os benefícios da Arquitetura de TI e Arquitetura Corporativa.

    Primeiro, vamos abordar os benefícios da Arquitetura de TI:

    Melhor desempenho dos processos

    Inicialmente, a Arquitetura de TI bem elaborada ajuda os processos da organização a performar melhor.

    Portanto, a TI atualmente cumpre um papel estratégico. Afinal de contas, a tecnologia da informação suporta e automatiza os processos, tornando-os mais eficientes, e padronizados.

    Garantia de disponibilidade

    A arquitetura de TI colabora criação de um plano de continuidade de sistemas, uma ferramenta muito importante para a governança de TI.

    Assim, para que os processos tragam os resultados esperados e a empresa tenha lucros é fundamental que os sistemas funcionem perfeitamente.

    Melhor distribuição dos recursos

    Mapeando os projetos e os ativos de TI, fica mais fácil saber onde alocar o capital disponível, gerando uma melhor distribuição dos recursos.

    Desse modo, aquilo que realmente importa para o negócio deixa de ser uma ideia e passa a se tornar realidade. Ou seja, é possível alavancar os resultados da área de TI e também, os resultados da própria empresa.

    Alinhamento da TI com o negócio

    Finalmente, um dos principais benefícios da Arquitetura de TI seja um maior alinhamento da TI com o negócio.

    Isso porque ela dá uma visão mais ampla da área de tecnologia da informação. Dessa forma, a TI assume uma posição estratégica dentro da empresa, encarregando-se de ter uma ação proativa que favoreça o surgimento de inovações e entregue resultados.

    Agora que você já viu os ganhos que a Arquitetura de TI traz para o seu negócio, vamos mencionar os benefícios da Arquitetura Corporativa:

    • Propicia uma visão corporativa de negócios e TI para toda empresa.
    • Auxilia na disseminação e no desmembramento do planejamento estratégico da empresa nas soluções de negócios e de tecnologias.
    • Cria referências aos times ágeis ou orientados a projetos, propiciando o equilíbrio entre eficiência e inovação corporativa.
    • Permite que unidades de negócio inovem com segurança em busca de vantagem competitiva.
    • Permite a criação de novos processos digitais, produtos e serviços disruptivos, o que é fundamental para assegurar a continuidade dos negócios.
    • Reduz os custos de gestão da mudança.
    • Melhora na Produtividade do Negócio.
    • Mais eficiência nas operações de TI.
    • Melhor retorno sobre os investimentos existentes e riscos reduzidos para investimentos futuros.

    Leia também: Por que implementar arquitetura de soluções em TI?

    Afinal, qual a principal diferença entre Arquitetura de TI e Arquitetura Corporativa? 

    A principal diferença entre Arquitetura de TI e Arquitetura Corporativa está na aplicação que cada uma tem.

    A Arquitetura de TI é focada na estrutura técnica, viabilizando as operações por meio de soluções tecnológicas.

    Já a Arquitetura Corporativa é mais abrangente. Ela é voltada para a estratégia do negócio, que inclui a evolução do sistema de TI em resposta às necessidades em constante mudança do ambiente de negócios.

    Concluindo, mesmo sendo diferentes, a Arquitetura de TI e Arquitetura Corporativa não podem ser vistas de forma isolada, pois são complementares.

    A Arquitetura de TI é essencial para garantir que as soluções de TI sejam as mais adequadas para o que a empresa precisa para criar um diferencial competitivo através da tecnologia e, portanto, de uma Arquitetura Corporativa bem construída.

    E você, como tem administrado a inovação corporativa através destes conceitos?

    O Grupo Mult possui suporte para os dois tipos de arquitetura.

    Entre em contato conosco

    Multron
    RECEBA CONTEÚDOS GERADOS POR ESPECIALISTAS