+55 31 3194 0400

No atual cenário de transformação digital, o mercado está mudando rapidamente e para sobreviver, toda empresa deve ser capaz de se adaptar. Sistemas também precisam ser flexíveis para esse movimento, mas o grande impasse é que ajustá-los é complexo e custa tempo e dinheiro. Estima-se que mais da metade do valor investido por empresas para melhorias em TI é dedicado à integração de sistemas.

Uma forma de minimizar esses frequentes custos de adaptação é adotar um conceito que antecipe as tendências e promova uma integração mais efetiva entre o negócio e TI. E a Arquitetura Orientada a Serviços é exatamente isso. Esse conceito investe tempo em um estudo cuidadoso de processos para adaptar sistemas existentes e criar novos que tragam resultados reais de produtividade, flexibilidade e alinhamento com o que o negócio precisa.

Como o próprio nome diz, a SOA é uma arquitetura bem definida que faz com que cada funcionalidade de um software passe a ser implementada e disponibilizada na forma de serviços. Nessa estrutura, uma funcionalidade pode ser reutilizada em outros projetos, por exemplo, o que diminui o tempo de desenvolvimento e flexibiliza mudanças em cada sistema. Assim, toda a criação de aplicações dentro de uma empresa fica 100% orientada por um conceito de prestar serviços.

Como funciona?

A Arquitetura Orientada a Serviços se baseia em um planejamento cuidadoso e estratégico. O conceito promove a identificação de desafios e prioridades de cada empresa e definição do que pode trazer o melhor suporte ao crescimento a longo prazo. Em outras palavras, é um trabalho de se antecipar em identificar problemas e ter uma infraestrutura de TI bem planejada para solucioná-los com velocidade e flexibilidade.

Ao invés de investir na complexidade da integração de softwares, as empresas ganham com uma padronização para a criação de aplicativos. Eles passam a serem desenvolvidos de forma única e centralizada com “conectores compatíveis”. Assim, eles se tornam mais flexíveis, reutilizáveis e com fácil integração entre si.

Diferente da abordagem tradicional de desenvolvimento de softwares, SOA responde de forma mais efetiva e rápida aos negócios.

Como sei se devo adotar uma SOA?

Adotar uma arquitetura de TI única e padronizada vai muito além do desenvolvimento de software. A criação de bons sistemas orientados a serviços envolve um trabalho estratégico muito mais efetivo do que a tradicional integração de aplicativos. No entanto, para que os serviços passem a ser reutilizados na empresa, é necessária muita disposição para mergulhar no entendimento de todos os processos que envolvem o negócio e garantir a documentação de tudo isso para o time de desenvolvimento reutilizar os serviços em outros projetos.

Já existem no mercado empresas especialistas em integrar processos com foco na estratégia de cada negócio, utilizando a Arquitetura Orientada a Serviços. O Grupo Mult é uma delas e você pode conhecer os serviços de implementação de SOA aqui. Leia também sobre API´s e Microserviços.

Baixe agora nossa material exclusivo e saiba como definir a melhor arquitetura de integração de dados usando conceitos de SOA, Microserviços e API’s!

Share This