BLOG
RECEBA CONTEÚDOS GERADOS POR ESPECIALISTAS ASSINE AGORA

    Como priorizar backlog de maneira ágil e focada no negócio?

    Está sem tempo para ler este artigo? Experimente ouvir a narração, basta apertar o play!

    A princípio, como priorizar backlog de forma a entregar valor para o negócio?

    Como sua empresa pode atender a real necessidade do cliente e definir o que é prioridade para ele?

    Esses são os principais desafios que os times de desenvolvimento enfrentam durante a construção do backlog de um produto.

    Contudo, existem métodos que facilitam esse processo, ajudando a atender os requisitos de negócio e a esclarecer as histórias do usuário.

    Neste artigo vamos falar do PBB – Product Backlog Building, uma metodologia colaborativa que utiliza a ferramenta PBB Canvas para ajudar a criar e priorizar um backlog de forma ágil e efetiva.

    Para saber como isso se dá, continue a leitura.

    O que é um backlog?

    Antes de saber como priorizar backlog de acordo com uma abordagem ágil, vale entender um pouco sobre o seu conceito.

    A princípio, backlog ou product backlog é uma lista ordenada que orienta o desenvolvimento de software, uma vez que contém tudo o que possa ser necessário no produto.

    Ou seja, é a única fonte de requisitos para as funcionalidades desejadas, priorizada pelo cliente e para todas as mudanças que serão feitas nesse produto.

    Nesse aspecto, se associado a uma técnica ágil, ele é capaz de ajudar a entender melhor o escopo de um projeto, além das prioridades e do andamento das sprints.

    Portanto, não se trata de uma lista frechada.

    Afinal, o backlog pode e deve ser ampliado conforme o projeto avança e se aprende mais sobre o produto e seus usuários.

    Qual a sua importância?

    O product backlog faz parte do framework de desenvolvimento Scrum.

    De antemão, sua função é documentar de forma clara e objetiva todos os requisitos que vão surgindo durante o desenvolvimento de um projeto.

    Desse modo, o backlog atua como uma ferramenta auxiliar para garantir que o projeto evolua da forma correta, sendo desenvolvido e aprimorado com consistência.

    Afinal de contas, um projeto desenvolvido com métodos ágeis permite que o time possa partir de uma visão macro e fazer os ajustes necessários no meio do percurso.

    Assim, o processo ocorre com mais rapidez.

    Além disso, é possível evitar a perda de tempo e de dinheiro, construindo algo que gere retorno ao investimento feito pelo cliente.

    Product Backlog Building

    O PBB consiste em vivenciar na prática a elaboração e criação de um Product Backlog efetivo e colaborativo.

    Para isso, esclarece as user stories e o backlog dos times utilizando o PBB Canvas como ferramenta de facilitação.

     Seu principal objetivo é ajudar na construção de um backlog construindo um entendimento compartilhado.

    Assim, leva todos a compreenderem o contexto do negócio.

    Como priorizar backlog de maneira ágil com o PBB canvas?

    Agora você já compreendeu o que é product backlog e percebeu a importância da criação de um backlog, ok?

    Então, veja como priorizar backlog através do PBB Canvas.

    Inicialmente, a ferramenta é utilizada para definir o backlog do produto e é dividida em 6 etapas:

    1.     Nome do produto

    Já esta fase é dedicada à identificação do produto que será construído.

    2.     Problemas

    Aqui o objetivo é identificar e entender o Estado Atual pontuando as necessidades e problemas que o usuário ou cliente pretende resolver.

     Neste momento as partes interessadas buscam de forma colaborativa a mesma compreensão do estado atual.

    Para isso, devem elencar os problemas que desejam que sejam resolvidos.

    Logo, é importante conhecer o problema antes de criar a solução.

    3.     Expectativas

    No terceiro estágio é importante identificar o Estado Desejado, alinhando suas expectativas aos problemas do estado atual.

    Desse modo, todos os envolvidos poderão alinhar suas expectativas de forma compartilhada.

    4.     Personas (Partes interessadas):

    Agora é hora de saber quem são os usuários, papéis e responsáveis envolvidos no negócio. Para tanto, é preciso alinhar seu contexto de negócio, suas atividades de negócio, seus problemas e dores, necessidades e objetivos.

    5.     Features (Funcionalidades)

     Após descobrir os usuários e partes interessadas, chegou a hora de identificar as ações ou interações de cada persona do produto. Peça aos participantes para descreverem as features: o usuário está tentando fazer algo. O produto deve ter uma feature para isso. Liste todas as features necessárias.

    6.      PBIs – Product Backlog Item

     Finalmente para cada feature, escreva os seus respectivos PBIs. Peça para os participantes responderem as seguintes perguntas: Qual o primeiro item de trabalho para essa feature? E o segundo? E os próximos?

     Construindo a lista de funcionalidades e seus respectivos PBIs, você pode organizar e priorizar verticalmente o que é mais importante.

    Por fim, o PBB Canvas é mais que uma ferramenta.

    Afinal, ela é como um guia, que pode auxiliar na descoberta, definição, desenvolvimento e entrega de um produto.

    E apesar de termos abordado sobre como priorizar backlog com o PBB Canvas, vale lembrar que você pode aplicar outros métodos ágeis, como o Design Sprint e Lean Inception ou ainda outra ferramenta que fizer sentido ser aplicada.

    Agora que você chegou ao fim deste artigo, que tal aumentar a qualidade do seu software, usando técnicas como o Mapa da Empatia e o Value Proposition Canvas?

    Baixe nosso Ebook e aprenda a aplicá-las para tornar o seu processo de desenvolvimento de software mais eficiente.

    Baixar gratuitamente agora!

    Multron
    RECEBA CONTEÚDOS GERADOS POR ESPECIALISTAS