BLOG
RECEBA CONTEÚDOS GERADOS POR ESPECIALISTAS ASSINE AGORA

     Arquitetura Corporativa como serviço (EA as a Service)

    Está sem tempo para ler este artigo? Experimente ouvir a narração, basta apertar o play!

    A Arquitetura Corporativa como serviço é uma abordagem considerada necessária e fundamental pelos especialistas de TI. Isso porque elas preenchem as lacunas deixadas pela EA (Arquitetura Corporativa) em seu modelo tradicional.

    ela não é tão visível em empresas menores, apesar de estar presente. Isso se deve ao fato de qualquer decisão de implementação de solução tecnológica para negócios, é uma decisão de arquitetura.

    Neste cenário, o direcionamento de todos os domínios em uma escala menor tem mais dificuldade, por não ter arquitetos corporativos dedicados. Normalmente são identificados os arquitetos especializados em um domínio. 

    Com isso, houve um aumento significativo na demanda por profissionais de EA. Assim, essas empresas ficaram impossibilitadas de contratar arquitetos corporativos em tempo integral.

    Foi então que surgiu o conceito de Arquitetura Corporativa como serviço, um modelo que leva em conta essa preocupação.

    Nas próximas linhas, você vai ver mais sobre a abordagem, suas vantagens e diferenças relacionadas à EA. Acompanhe!

    O que é Arquitetura Corporativa como serviço? 

    Inicialmente, a Arquitetura como serviço é igual a qualquer outro modelo orientado a serviço.

    Em outras palavras, refere-se a um conjunto específico de atividades e tarefas de negócios de domínio fornecido a um grupo especializado do arquiteto corporativo. 

    Nesse contexto, a Arquitetura Corporativa como serviço indica todo o planejamento, análise e gerenciamento de arquitetura para esse grupo, além de auxiliar no aumento da maturidade do time de arquitetos especialistas.

    Dessa forma, o modelo impacta positivamente o financeiro da empresa, já que a solução de EA será transformada em prestação de serviço.

    Um serviço de arquitetura corporativa como serviço auxilia a empresa na implementação de uma arquitetura ágil, integrada com as squads de desenvolvimento, auxiliando no ambiente necessário para a evolução digital das soluções ofertadas aos seus clientes.

    Isso significa que somente a consultoria necessária para qualquer serviço da Arquitetura Corporativa deve ser paga. 

    Logo, os domínios geram o mesmo valor em custos minimizados.

    Afinal, qual é a diferença entre EA e Arquitetura Corporativa como serviço 

    A princípio, a Arquitetura Corporativa como serviço agrega valor a todo o processo de produção e uso de uma arquitetura corporativa.  Isto é, o foco está direcionado à sua construção e aplicação prática, ao contrário da Arquitetura Corporativa no cenário tradicional.

    Assim, a compreensão das expectativas também difere de uma abordagem para a outra.

    Veja a seguir quais as diferenças entre a AE e a Arquitetura Corporativa como serviço.

    Capacidade de entrega da Arquitetura Corporativa como serviço 

    O modelo de Arquitetura Corporativa como serviço denota uma agilidade em todos os processos de produção. O objetivo é desenvolver um sistema bem estruturado e de alta qualidade.

    A integração dos benefícios gerados pelos arquitetos à todas as áreas da empresa, auxiliam na evolução do ecossistema para um novo patamar, mais eficiente e atualizado.

    Além disso, a Arquitetura como serviço não trabalha com promessas e definições vagas em que a integração de um negócio de domínio com ferramentas e sistemas de TI, pode ser implantada por meio da praticidade de cada solução.

    Mentalidade para fornecimento de resultados  

    A mentalidade geral dos líderes de TI se refere a uma abordagem única em que os produtos são levados em consideração apenas após a conclusão da Arquitetura Corporativa.

    Por outro lado, na Arquitetura Corporativa como Serviço, os resultados são gerados e fornecidos com a ajuda de serviços que, permanecem disponíveis em todo o ciclo de vida da produção, dentro dos times de desenvolvimento e das áreas de negócios.

    Resumindo, a Arquitetura Corporativa como um Serviço incorpora resultados ao longo de todo o seu processo.

    Já na Arquitetura Corporativa, isso só ocorre no final.

    Alinhamento de expectativas  

    As expectativas são um fator importante para o ciclo de vida de um software. Quando os domínios usam a Arquitetura Corporativa, não é possível precisar exatamente o que pode ser feito e como pode ser feito. 

    Explicando melhor, transformar as metas e expectativas de TI em realidade aplicada a um caso de uso prático é um desafio enorme.

    Vantagens da Arquitetura Corporativa como serviço 

    Veja em seguida quais as vantagens da Arquitetura Corporativa como serviço, que também é aplicável para a Arquitetura de TI.

    Reposicionamento de arquitetos

    Com a prática de Ágil e Lean, novas práticas na condução das demandas foram implementadas nas empresas, e a arquitetura ágil reposiciona os arquitetos a estes conceitos, agregando o seu diferencial na atuação dentro das squads.

    Novas tecnologias 

    Disponibilizar novas tecnologias para as squads pode se tornar uma tarefa complexa e alto riscos caso seja realizada de forma desordenada. A arquitetura como serviço ajuda na identificação das melhores tecnologias do mercado, de acordo com o momento da empresa, e permite a sua implementação de forma rápida e eficiente.

    Soluções de arquitetura 

    Novas soluções de arquitetura, com o reposicionamento dos arquitetos, criam propostas de soluções eficiente e aderentes ao planejamento estratégico de uma empresa, seja estes com foco em Negócios, Aplicações, Dados, Segurança ou Infraestrutura.

    Modernização de aplicações

    Aplicações com alto nível de modernização, com facilidade de uso, modularidade, reutilização, flexibilidade, portabilidade e escalabilidade, permitindo a implementação de soluções que acompanham o crescimento dos negócios. São várias as perspectivas necessárias para se atingir este resultado, e a arquitetura como serviço auxilia no atingimento deste resultado.

    Evolução da maturidade de arquitetura

    Os arquitetos devem trabalhar inseridos nas squads, mas também devem ajudar na aplicação do planejamento estratégico e de TI, e para isso precisam ter suas atuações em um patamar de maturidade adequado a este objetivo. A arquitetura como serviço identifica estas atuações, e auxilia no desenvolvimento do time, mantendo evoluindo a inteligência da arquitetura dentro da empresa.

    Por fim, as vantagens da Arquitetura Corporativa e de TI como serviço refletem diretamente no desenvolvimento das soluções da empresa. Como resultado, ele pode ser acelerado e implementado em tempo hábil, o que resulta em prazos cumpridos e projeto em dia.

    Multron
    RECEBA CONTEÚDOS GERADOS POR ESPECIALISTAS